Home » Notícias » Notícias Moçambique » Norueguesa Statoil abandona pesquisa de gás no norte de Moçambique

Norueguesa Statoil abandona pesquisa de gás no norte de Moçambique

Norueguesa Statoil abandona pesquisa de gás no norte de Moçambique - Lateorke Oil Gas

MAPUTO - 2014/08/05 - A companhia norueguesa Statoil abandonou a pesquisa  de gás na bacia do Rovuma, norte de Moçambique, devido aos resultados negativos  que registou na prospeção, comunicou o Instituto Nacional de Petróleos  (INP). 

 

"Face aos resultados negativos nos trabalhos de pesquisa efetuados e  por imperativo legal, os concessionários decidiram, por unanimidade, pelo  abandono completo da área remanescente do contrato de pesquisa e produção  das áreas 2 e 5, com efeito a partir de 01 de junho de 2014", apontou a  fonte. A Statoil vinha desenvolvendo, em consórcio, a prospeção de hidrocarbonetos  nas áreas 2 e 5 da bacia do Rovuma desde 2006, ao abrigo de um contracto  de pesquisa de oito anos, após ter ganhado o concurso de concessão das duas  áreas.

 

A Statoil detinha 40% dos direitos de pesquisa sobre as duas áreas,  sendo 25% da INPEX Mozambique Ltd., 25% da Tullow Mozambique Limited e 10%  da Empresa Nacional de Hidrocarbonetos. O abandono das atividades de pesquisa pela Statoil na bacia do Rovuma  é a primeira na região, uma vez que continuam em operação três consórcios,  que já detetaram grandes reservas de gás, entre os quais a Galp, com 10%  do bloco 4, liderado pela italiana ENI. As companhias que se encontram na bacia do Rovuma projetam o início  da exploração de gás em 2018.